A verdadeira história dos Arautos do Evangelho

 

A chuva e o culto aos mortoscemiterio

Um longo percurso nos separa da capital. Sobretudo quando essa distância é percorrida à pé. O caminho é mais penoso com a chuva amiga. Forte! Refrescante! Mas…molhada. Precisamos dela e muito e nem é preciso explicar o porquê. Aqui ela é uma preciosidade, também creio que em outras partes do mundo. Meu caminho passa diante da mansão dos morto, onde um dia todos nós estaremos…

O culto aos mortos é tão arraigado, que em tempos de epidemia ele torna-se um inimigo. As famílias fazem de tudo para enterrar seus entes queridos e não abrem mão do ritual.

O que é propriamente cultuar algo ou alguém? Os comunistas sabem perfeitamente do que se trata: nos referimos aos ditadores chineses e soviéticos, y compris, os nazistas que idolatravam seus  ídolos.

Mas no sentido corrente da palavra culto, quando eu aplico a uma pessoa falecida! Na Igreja Católica temos culto, veneração aos santos que tiveram a aprovação de suas vidas, depois de um longo processo. Assim seus escritos, atitudes e depoimentos de atitudes enquanto vivo foram edificantes.

Por exemplo, meu pai certamente não é um santo canonizado e apesar de cumprir suas obrigações, creio que nunca o será. Não é por isso, que vou jogar fora uma lembrança que tenho comigo e era um objeto pessoal seu. Faço isso, por respeito e por saudades. Faço isso, pois lembro-me dele e de como sofreu. Faço isso de maneira particular… Quero dizer, algo que pertence ao meu passado, minha história, minha vida.

Assim, também, creio que fazem as incontáveis pessoas que estavam no cemitério em oração, os católicos, em rituais africanos os pagãos. Eles lá estavam junto às sepulturas. E apesar da da chuva, os mais valentes permanceram, enquanto os outros corriam, como a fugir dos mortos…

________________________________________________

Antes que me acabe os créditos: Há uma artigo muito interessante que encontrei nas minhas pesquisas é  a verdadeira-história-dos-arautos-do-envangelho. Como sabemos o seu fundador é o Monsenhor-João-S-Clá-Dias, nesse artigo trata-se sobre a fundação e como o Mons. João-Clá, inspirado pelo Espírito Santo, fundou os Arautos. Deixo o link: verdadeira-história-dos-Arautos.

Anúncios

Um comentário sobre “A verdadeira história dos Arautos do Evangelho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s